Número total de visualizações de página

quarta-feira, 24 de abril de 2019

ADERIMOS AO APELO DO PNL, DA RBE...
...E DESAFIÁMOS A NOSSA COMUNIDADE A PARTICIPAR NESTE E/OU NOUTROS EVENTOS QUE ELEVASSEM A IMPORTÂNCIA DO LIVRO E DA LEITURA.
DEMOS O EXEMPLO E CELEBRÁMOS ESTE INESQUECÍVEL DIA PARTICIPANDO NO...





O Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor foi instituído pela UNESCO em novembro de 1995, procurando fomentar o gosto pela leitura e, simultaneamente, respeitar a obra daqueles que, pela escrita, têm contribuído para o progresso social e cultural da Humanidade.

Qual a razão para se optar pelo dia 23 de abril? Publicam-se livros todos os dias...
Por coincidência, nesta data nasceu e morreu William Shakespeare, deixou-nos Cervantes e numerosos escritores famosos vieram ao mundo ou faleceram.

Mas já antes a Catalunha instituíra um Dia Internacional do Livro, festejado a 5 de abril, em que, tradicionalmente, se ofereciam livros e rosas aos amigos. O hábito gentil de associar o livro a uma flor nesta celebração foi adotado em vários países e ainda perdura.

Hoje, o Dia Mundial do Livro celebra-se em todo o planeta das mais diversas formas.
Mas gostaria de me concentrar na grande importância dos livros para os mais novos e, muito particularmente, para os meninos do jardim-de-infância que, sem saberem ler, têm por eles um amor e um fascínio que excedem, muitas vezes, os das crianças mais velhas.
O livro contado por uma educadora, por um familiar ganha uma carga afetiva e íntima.
Ele revela-se a grande porta para a descoberta consciente da língua, que é, afinal, como dizia Fernando Pessoa, a nossa pátria. No livro, a língua se faz arte, explorando a beleza das palavras, os ritmos, por vezes as rimas.

Ele ensina ou faz a imaginação voar. Brinca com o humor. Expõe situações paradigmáticas que preparam para a vida. Com ele vivem-se aventuras que de outra forma não eram possíveis.

Folhear um livro, um álbum ilustrado, constitui também uma incursão nas artes visuais, no mundo das formas, das cores, das sensações. Algumas obras destinadas a estes pequenos utentes nem sequer têm texto, vivem exclusivamente da ilustração, e isso lhes basta.

Caras educadoras, leiam, leiam e debrucem-se sobre as páginas com os vossos alunos. Levem-nos a recontar, a continuar as histórias. Façam-nos memorizar lengalengas, trava-línguas, poemas e canções. Dramatizem enredos, encham as paredes de desenhos que os meninos fizeram após a vossa leitura, e o livro deixará de ser apenas um conjunto de páginas unidas por uma capa e fará parte das crianças, da aula, da escola. Não terá limites.
Homenagear o livro em 23 de abril é homenagear também três dos maiores escritores de todos os tempos, pois se comemora nessa data, o nascimento (1564) e a morte (1616) de William Shakespeare; a morte (1616) de Miguel de Cervantes e o nascimento, em 1899, de Vladimir Nabokov.
A UNESCO escolheu essa significativa data para instituir o DIA MUNDIAL DO LIVRO, em 1995. Sem dúvida uma data importante para a literatura mundial.
Celebrar o livro contribui para valorizar sua importância e a de seus autores no imaginário da população de todo o mundo. A data serve ainda para chamar a atenção para a importância do livro e o direito a leitura como bem cultural essencial para a formação cidadã e o desenvolvimento humano. 
(Direitos de autor reservados)

Regressámos da interrupção da Páscoa tal como fomos...desafiando todos os nossos leitores a LER...LER...LER...LER...LER...LER...
Veja mais em


terça-feira, 9 de abril de 2019

PÁSCOA FELIZ 
COM MUITAS LEITURAS!!!
GUARDIÃOS DA LEITURA
Parceria Biblioteca Escolar/AEC ALE (Profª Maria de Fátima Brito)

Estimular o gosto pela leitura/ pela arte plástica

SINOPSE (in wook)
PROCURA-SE! Viu este coelho? Ele é procurado por suspeita das seguintes infrações: Fugir sorrateiramente com álbuns ilustrados; Furtar livros de receitas; Deitar a mão a dicionários; Surripiar romances; Desviar poesia… O suspeito foi visto pela última vez nas imediações da casa do Artur. Responde pelo nome de Ralfy (por vezes!). Aproximar-se com cuidado (ou com alfaces e cenouras). Será que tu nos podes ajudar a encontrá-lo? Juntos iremos parar o flagelo que é o roubo de livros! Uma história hilariante que acompanha as aventuras e desventuras do Ralfy, um coelho cujo amor por livros o coloca em apuros, e que irá apelar a qualquer criança, que, tal como o Ralfy, adore livros também!
Intervenientes: 1ºCiclo de Alvalade




CONCURSO CONCELHIO DE LEITURA 
"LER COM PRAZER"
Auditório da Biblioteca Municipal de Santiago do Cacém
2 de abril

Elevando a voz/a palavra, 
mais uma vez, o nosso Agrupamento 
se fez representar nos vários ciclos do Ensino Básico.

Veja + em
Parabéns a todos os intervenientes!!

Destaque para:
João Zacarias e Carolina Costa, 
vencedores do 3º e 9º anos. 











TRIBUTO À LEITURA

No dia 2 de abril comemora-se em todo o mundo o nascimento de Hans Christian Andersen.A partir de 1967, este dia passou a ser designado por Dia Internacional do Livro Infantil, chamando-se a atenção para a importância da leitura e para o papel fundamental dos livros para a infância.Para assinalar o Dia Internacional do Livro Infantil 2019, a DGLAB convidou a ilustradora Abigail Ascenso, vencedora de uma Menção Especial do Prémio Nacional de Ilustração do ano passado, para ser a autora da imagem do cartaz.
Abigail Ascenso nasceu em 1979, em Leiria. Licenciada em Design de Comunicação/Arte Gráfica pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto, fundou em 2003, com Fedra Santos, o atelier Furtacores Design e Comunicação, onde tem desenvolvido trabalho nas áreas de design gráfico, fotografia e ilustração infantil. Tem realizado exposições individuais de ilustração infantil e participado em colectivas de pintura. Com o livro Gaspar, o dedo diferente (texto de Ana Luísa Amaral), participou na mostra «100 Livros para o Futuro» promovida pela DGLAB na Feira do Livro Infantil de Bolonha em 2012. Ilustrou já mais de uma dezena de livros para os mais novos. Em 2018 recebeu uma das duas Menções Especiais do Prémio Nacional de Ilustração com o livro “A Noite”, com texto de Manuel António Pina.







LER com a FAMÍLIA
Reforço de laços/Reforço da Leitura:
Mães, Pais, Avós, ... aLER+

Hoje, dia do Pai, começou de forma diferente. 
A convite do professor da Constança, fui desafiado para ler um conto infantil a toda a turma. Após muitas dúvidas, optei por ler dois, Hansel e Gretel e o Patinho Feio. 
No final, toda a turma retribuiu-me com uma música dedicada a todos os pais.
Álvaro Beijinha (pai da aluna Cosntança Beijinha do 2º/3ºB de Alvalade)








EXPOR! EXPOR! 
Outra forma de LEITURA!

POTÊNCIAS (7ºA)
Profª Evelina Rodrigues (Matemática)

 CICLO DA ÁGUA (4ºD ALVALADE)
Prof. José Sá (AEC Ciências Experimentais)




DESPERTAR PARA A ARTE!!!
Comunicar através da imagem!

No tempo mais quieto, no espaço mais improvável, no momento mais inesperado, a obra de arte nasce, avassaladora e inquietante. Numa sala de aula onde se pretende cerzir generosos pensadores, de mente e coração sãos, todos os dias procuramos criar condições para que a arte se espraie. Nessa linha, resolvemos visitar alguns pintores marcantes, casos de Pablo Picasso, Joan Miró e Wassily Wandinsky. Com os nossos humildes olhos de aprendizes, analisámos algumas das suas obras e alimentámos conversas interessantes. Pegámos depois no pincel e desfrutámos, permitindo que as cores se comunicassem livremente. Ficam algumas imagens do processo:


SEMANA DA LEITURA 
+
 FESTA DO LIVRO E DA LEITURA


CIMENTANDO PARCERIAS
BIBLIOTECA ESCOLAR/ BIBLIOTECAS MUNICIPAIS



SESSÃO DE CONTOS/LENDAS NA 
BIBLIOTECA MUNICIPAL MANUEL JOSÉ "DO TOJAL" 
EM VILA NOVA DE SANTO ANDRÉ
2º/3º B de ALVALADE 

O dia 13 de março marcou a ida do 2.º B à Biblioteca Municipal Manuel José, em Santo André.
A viagem começou cedo e decorreu em ambiente de grande alegria, com cantorias constantes.
Chegados à biblioteca, foi tempo de aconchegar a barriguinha, seguindo-se a inspiradora Hora do Conto, onde as histórias tradicionais e as lendas tiveram um papel de destaque, prendendo-nos do princípio ao fim.
Foi mais uma atividade marcante neste percurso mágico da aprendizagem.